top of page

Mudança Sem Estresse

Atualizado: 17 de jun.

Imagens: Freepik

Todos temos um “anjinho” e um “diabinho” nos dando “pitacos”, fortalecemos o que alimentamos mais.
Com o processo de mudanças não é diferente; de fato é complexo, é trabalhoso, é cansativo, mas se você escolher ver o processo como uma renovação de energias positivas, tudo será gratificante!
Trago nas próximas linhas algumas soluções para facilitar esse evento, torná-lo mais prático e leve. Iniciemos com a compreensão que uma mudança, seja ela residencial ou empresarial, tem três fases distintas: a pré mudança, o dia D e o pós mudança.

A Pré mudança, é tudo que antecede o processo, nele está o planejamento – ponto bastante importante para o sucesso da mesma. Aqui teremos o cronograma, os contatos prévios e contratações com os parceiros prestadores de serviços, como: transportadora, montadores, designers, organizers etc. Teremos também os contatos com os fornecedores de servidos já utilizados: água, energia, telefonia, internet, contas bancárias etc, para alteração do endereço.
Bem como o desmonte dos ambientes atuais que se dará nos últimos dias dessa etapa; para isso é necessário se preparar para as embalagens, adquira: caixas de diversos tamanhos, plástico bolha, fitas adesivas, barbantes etc. Se possível, deixe as crianças e pets com familiares e amigos, nesses dias, como medida de segurança para eles.

Atenção para dicas preciosas:

1) Sinalize os ambientes novos, temporariamente, por Cores, Letras ou Números, exemplo: Cozinha será Verde, ou “C”, ou 01; Sala de estar será Azul, ou “A”, ou 02… assim sucessivamente com cada cômodo. Esse será o mapeamento que guiará os volumes da mudança nos espaços novos, pelos condutores.
2) Nesse momento, use suas malas e bolsas de viagem como parceiras na embalagem. Cada embalagem/volume da mudança precisará ser sinalizada/etiquetada com as Cores, Letras ou Números definidos anteriormente, que identificam cada ambiente, para onde irão ser acomodados, no novo endereço.
3) Cole em cada volume/embalagem a identificação ou a relação do seu conteúdo; assim será fácil localizar onde está cada item do seu acervo, quando precisar.
4) Itens pesados devem ser embalados em caixas pequenas e os itens leves em caixas maiores.
5) Aproveite a oportunidade para desfazer-se de itens obsoletos, sem uso ou danificados; leve somente coisas que são úteis, belas e te faz feliz.
6) Lembre de deixar no novo endereço, previamente: papel higiênico e sabonete no banheiro que será usado pelos prestadores de serviço; copos descartáveis e água para beber; sabão e esponja na pia da cozinha; sacos de lixo, pano de limpeza e de chão.
7) Prepare a mochila de cada pessoa da família, com: itens de higiene pessoal, remédios em uso, pijama, uma troca de roupa ou fardamento e um calçado, para uso no primeiro dia. E para as primeiras refeições, monte a caixa do primeiro dia, contendo utensílios que precisem ser usados para lanches e o café da manhã.


O Dia D, é o dia em que se dá de fato a mudança de um endereço para o outro. É importante ter pessoas de confiança em cada um dos endereços: no antigo, essa pessoa monitorará a entrada dos volumes no veículo que transportará a mudança; fará a checagem dos ambientes, para que nada seja esquecido e fechará os mesmos.
No endereço novo, outra pessoa de confiança: abrirá os ambientes, indicará para onde cada volume deverá ir na sua chegada; fará o batimento de contas dos volumes entregues e validará se todos os ambientes estão com seus devidos itens. Ao fim dessa etapa, é importante focar na arrumação das camas, para a primeira noite no novo lar.

O Pós mudança, é onde a magia acontece, tudo agora será organizado no novo endereço; a engenharia dessa fase deve ser pautada na praticidade e funcionalidade dos acervos; todo pensamento é voltado para onde ficará cada item.
O início da montagem dos ambientes novos deve ser pelos quartos/suítes utilizados pela família, seguido pela cozinha e área de serviço; caso algum membro da família trabalhe em home office, este será o próximo cômodo; ao contrário pode ficar para o final; na sequência vem as salas de jantar e estar; finalizando com varandas e quartos de hóspede.
Já em cada cômodo, comece por abrir os volumes contendo os itens mais importantes, de maior utilização. Categorize e setorize os acervos, acomodando na altura das mãos o que precisa ficar mais acessível e nos lugares mais altos ou mais baixos o que tem menor utilidade. Após a conclusão de cada espaço, avance para o próximo.

Para todas estas etapas de uma mudança, a/o Personal Organizer facilita os processos com a utilização de técnicas atuais de organização levando harmonia, leveza e praticidade para os novos ambientes residenciais ou empresariais.
Caso te falte tempo ou habilidade, conte com a expertise da equipe Adriana Castro Organizer, da @porquestaodeordem.

Posts recentes

Ver tudo

Komentáře


bottom of page