top of page

Ninguém merece o desconforto que nosso mobiliário traz - Marcenaria Inteligente


Você já precisou sentar no chão para acessar os armários baixos?


Ou ficou com dores nas costas na hora de lavar a louça e não conseguiu abrir as portas dos maleiros…

Mas o que é e para que serve a Marcenaria Inteligente?


A repetição dos movimentos do corpo humano no cotidiano, pode gerar incômodos e até doenças; para isso existe uma ciência que estuda teorias e técnicas, conhecida como Ergonometria,que visam adequar os ambientes ao trabalho corporal.

Os mobiliários padrões, por vezes, não consideram as anatomias humanas. Há móveis que são projetados com alturas impossíveis, larguras imensas, profundidades sem visão, cantos perdidos ou inacessíveis, espaços muito baixos ou extremamente altos. Sabendo que a ergonomia traz conforto ao corpo humano e alinhando esse conhecimento com a Organização Profissional é que trago esse texto para ajudar você, na hora de planejar seus espaços.

O objetivo da Marcenaria Inteligente é levar a praticidade da organização para os mobiliários, otimizando os espaços internos dos ambientes, além de aliar a beleza do design à funcionalidade dos acervos.

Que cuidados devemos ter na hora de projetar os móveis?


Para uma marcenaria ser funcional, é bom saber e ficar atento/a, previamente, às coisas simples e essenciais, como: a importância das medidas internas dos mobiliários – altura, largura e profundidade.

No caso dos armários para roupas pessoais, ideal seria ter: mais cabideiros/varões e contar com prateleiras só na falta de espaços e ter algumas poucas gavetas para uso de peças pequenas, como peças íntimas ou itens que deformam em cabides; visto que gaveteiros são os menos práticos das opções. Mas é bom ficar de olho nos cabideiros, pois caso ele tenha mais de 1(um) metro, deve ter reforço central, para sustentar o peso.

É importante lembrar de espaços específicos, para: vestidos longos, casacos e paletós, quando for necessários, já que são peças grandes.

Sobre os calceiros, sabia que eles desperdiçam espaços? Evite-os.


Caso opte por gavetas, prefira as que saem por completo, com corrediças telescópica; elas deixam tudo visível.

Precisa de prateleiras? Elas devem ter alturas variadas, nunca as mesmas medidas, pois temos acervos de diversos materiais e tamanhos.

Outra atenção especial, são com as perdas internas dos mobiliários; oriundas das medidas consumidas pelas bordas, fundos e ferragens.


Pensando nos seus acessórios, o ideal para bolsas e calçados, é ter três medidas: a menor, a média e a maior desses itens; para se ter melhor aproveitamento da mobília.


Caso a sapateira fique nas partes mais baixas, utilize prateleiras deslizantes e com barreira de proteção na frente e ao fundo.


A dica de ouro para calçados e bolsas com modelagens muito alta, além das medidas necessárias; é a indicação de acomodação em caixas organizadoras deitadas, caso a quantidade desses itens, sejam mínimas.

Já, para: joias, bijuterias, óculos e relógios opte por gavetas com divisórias. E lembre-se da importância de se ter algumas gavetas com tranca ou cofres para objetos de valor.

Não esqueça do espaço para guardar malas e bolsas de viagem, que em geral ficam em maleiros.

Quando a questão são as cozinhas, ao contrário dos closets, os gavetões são os reis e as divisórias de gavetas as rainhas; pois deixam tudo mais acessível.


Atenção ao detalhe: portas e gavetas não podem ficar de frente umas pras outras, evite incômodos a longo prazo.

É correto ter espaços distintos para guardar os alimentos e os produtos de limpeza; tanto para os estoques, como para os itens em uso.

Para uma Área de Serviços mais funcional, o sonho de consumo seria ter: um tanque para lavar roupas e um tanque de limpeza; evitando assim: manchas, proliferação de germes e contaminação cruzada; mas como a maioria de nós, tem somente um tanque, vale separar baldes e bacias para essas finalidades e garantir saúde para você e sua família. Então, lembre de um cantinho, com tamanho suficiente, para acomodar os baldes e bacias.


Tendo espaço suficiente, opte por duas tulhas (gavetas para roupas de lavanderia), sendo uma para roupas sujas e outra de roupas para engomar.


Uma reflexão sobre tábua de passar embutida: ela não é funcional; em contrapartida, um cabideiro é essencial para as roupas passadas.

E por fim, sobre dependência de empregados: caso não a tenha, lembre-se que seus colaboradores precisam de um armário para seus pertences. Vai projetar algum móvel? Fique atenta/o às medidas padrões. (Atenção: padrões, não são exceções).


Alturas internas para varões/cabideiros:

Shorts, saias e bermudas de 50 a 70 cm;

Calças compridas de 80 a 90 cm;

Blusas e blazers de 100 a 110 cm;

Vestidos curtos, casacos e saias longas 120 a 130 cm;

Vestidos longos de 140 a 160 cm;

Nichos para roupas dobradas de 20 a 25 cm, espaços muito altos para essa finalidade, deixam as pilhas nada funcionais.


Gavetas para Closets - alturas internas (mínimas):

Para peças íntimas (calcinhas, cuecas, meias etc) - 10 cm;

Para sutiãs com bojo, roupas de dormir e moda praia – 15 cm;

Para camisetas, polos, moda fitness, shorts e bermudas - 18 cm;

Para calças e roupas de inverno – 20 cm. Na Sapateira, as alturas mínimas:

Para rasteirinhas e sapatilhas conte com 10 cm;

Para tênis, sapatos, sandálias de salto baixo, tenha 12 cm;

As sandálias de salto médio, 15 cm acomoda bem;

Já, sandálias de salto alto e botas baixas de cano curto, tenha 20 cm;

Para botas médias 25 cm e botas longas de 35 a 50 cm.


Medidas padrões para Cozinhas:

Para miudezas, altura mínima de 12 cm;

Bandejas e assadeiras em pé - alturas de 40 a 60 cm;

Louceiros - profundidades de 40 a 50 cm e alturas diferentes de 20, 30 e/ou 40 cm;

Prateleiras das despensas e cristaleiras, de 30 a 40 cm a profundidade;

Cristaleiras, precisam de três alturas distintas: 20 cm para copos, 25 cm para taças médias e 35 cm para taças altas;

As prateleiras para produtos de limpeza, devem ter 40 cm de altura;

Os armários para escadas, tábuas de passar, mops etc, devem ter 50 cm de profundidades e 1.30 cm de altura no mínimo (vale medir antes os produtos). Espero ter te ajudado, com essas informações e dicas sobre uma Marcenaria Inteligente e bem planejada. Reafirmo aqui, a importância da organização em nossas vidas. Caso falte em você habilidade ou tempo para esta missão; existem profissionais certificados e gabaritados que ajudam a sumir com a bagunça dos ambientes, mobiliários e acervos do seu lar ou empresa.

Falo do meu trabalho, sou Personal Organizer, uma organizadora profissional, especialista em Marcenaria Inteligente, que penso com você, de forma personalizada, soluções e sistemas para deixar seu cotidiano funcional e harmonioso; assim sobrará mais tempo para aproveitar o real propósito do seu viver!

Imagens: Editor Wix

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page